Fusca na ficção



Herbie

Herbie é um personagem fictício que apareceu em seis filmes produzidos pelos estúdios Disney:
- Se Meu Fusca Falasse (1969);

- As Novas Aventuras do Fusca (1974);
- Um Fusca em Monte Carlo (1977);
- A Última Cruzada do Fusca (1980);
- Se Meu o Fusca Falasse (Remake do primeiro filme) de 1997 e
- Herbie - Meu Fusca Turbinado (2006).

Ele é um Volkswagen Fusca 1963, de cor branco pérola (código VW L87), dotado de vida própria, com uma incrível inteligência, carisma e personalidade. Para os filmes, Herbie foi equipado com um motor Porsche 356.

Curiosidades:
- Para escolher qual carro seria escolhido para Herbie, espalharam um modelo das marcas Chevrolet, Fiat, Volvo e claro, Volkswagen, e notaram qual dos modelos chamava mais atenção. No caso, foi o representante Volkswagen o vencedor.
- Herbie é de Wolfsburg, Alemanha, apesar de sua placa ser da Califórnia.
- Em 1963, era apenas comercializado com motor 1200.
- O Nº 53 é em homenagem ao jogador de baseball Don Drysdale, pois este era o número de seu uniforme.
- As cores do uniforme de Don Drysdale, azul, branco e vermelho, também foram utilizadas para as cores do Herbie.
- Herbie é um “Sun-Roof”, ou seja, uma versão com teto solar de lona.
- A placa de Herbie é, desde Se Meu Fusca Falasse, OFP 857 da Califórnia.

O Herbie continua sendo o personagem na mente de todo apaixonado por Fuscas mundo afora com maior destaque, chegando a se misturar em muitos momentos com a própria marca e conceitos do carro. A idéia de ter um fusquinha "que só falta falar", encanta a todos e continua levando um incontável número de fãs a fazerem suas réplicas desse que é o personagem mais amado do mundo automobilístico.
 

----------------------------------- xx -----------------------------------

 
Carangos e Motocas
 
Herbie já era um consagrado fusquinha quando o segundo filme do carrinho foi lançado em 1974 com o título de “As Novas Aventuras do Fusca”. O fusquinha de corrida com personalidade própria tinha o poder de conquistar os corações das crianças, em parte, porque o veículo popular da Volkswagen tem uma graciosidade particular, mas também porque dar uma personalidade carinhosa a um veículo foi uma idéia inteligente e lucrativa.

 

O Desenho animado "Carangos e Motocas" foi criado por Hannah Barbera em 1971 com o nome em Inglês: Wheelie and the chopper Bunch.
 
Aqui no Brasil o desenho chegou entre os anos de 1970 e 1980, fezendo muito sucesso na época, o desenho contava a história de um fusquinha vermelho de olhos azuis, amável, esperto e extremamente corajoso chamado Wheelie.
 
Wheelie namorava a fusquinha Rota, uma charmosa conversível amarela tão graciosa quanto a Penélope Charmosa. A única coisa que o casalzinho pretendia era passear juntos, vivendo de amor, mas uma gangue de motocicletas, a temível "Turma do Chapa", composta de quatro motocas, não deixava o casal em paz, viviam sempre criando armadilhas para acabar com o pobre Wheelie, tudo para que o líder da gangue conseguisse conquistar o coração da fusquinha Rota.
 


O Curioso que todo mundo no desenho falava, menos o Wheelie que só buzinava e se comunicava através de mensagens que apareciam em seu pára-brisas.
 
 
Tinha ou coisa engraçadíssima, toda vez que um plano do Chapa, chefe da gang, dava errado, vinha uma pequena moto e ficava dizendo o tempo todo sem parar: Eu Te Disse, Eu Te Disse, Mas eu Te Disse, Eu Te Disse, Eu Te disse, Eu Te Disse, e no final o Chapa dizia: Cala essa Buzina.
 
No Brasil, o desenho foi apresentado nos anos 70, 80 e recentemente nos anos 90 pela Rede Record. O desenho teve uma boa repercussão no Brasil, chegando a ganhar histórias em quadrinhos por aqui. Recentemente foi reprisado pelo canal a cabo Boomerang.


----------------------------------- xx-----------------------------------


Fuscão Preto

Um clássico do cinema nacional interpretado pela Xuxa, a eterna rainha dos baixinhos, e o cantor sertanejo Almir Rogério.
 

A história é inspirada na música, mas não fala de uma traição e sim da paixão de um carro por Diana, que é a personagem da Xuxa.

Filha de um fazendeiro, Diana está com casamento marcado com Marcelo, mas se apaixona pelo cowboy forasteiro Lima, interpretado por Almir Rogério. No meio desse triângulo amoroso, surge o “Fuscão Preto”, que sempre persegue Diana e assusta a cidade do interior, porque ninguém sabe quem é o misterioso motorista.

O filme foi gravado no final de 1982 e lançado em 1983, aproveitando o sucesso da música. Fica aqui a dica rápida desta preciosidade do cinema nacional, renegado pela Xuxa.
 

 
video



 
Fonte: Internet
 
 

4 comentários:

  1. Faltou o fusca do detetive," Mario Fofoca ", que foi interpretado pelo ator Luiz Gustavo, na novela da globo chamada , " Elas por Elas ", (1982).

    ResponderExcluir
  2. Rapaz, e você acha que que eu não sei do Fusca do Mário Fofoca (Cassiano Gabus Mendes)... rsrs
    O detalhe é que eu procurei dados sobre o Fusca (se não estou enganado era cinza) desse personagem mas não achei nada, nem uma foto sequer desse carro. Futuramente voltarei a dar mais uma sondada, espero ter mais sorte.
    Abç

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então Célio, na verdade ele teve dois fuscas, um era todo estouradão, que era o carro de," ataque ", do Mário, ( que por sinal, teve uma cena hilária, em que ele saiu perseguindo um cara, só que este, entrou em um mustang v8, kkk...), bem, daí você já pode imaginar... E o outro era um serie prata, todo cheio de manhas,( jogava óleo, lança chamas etc, e por aí vai...). abss

      Excluir
  3. Poi é Maveste, eu nem sabia que ele possuía dois Fuscas, só do “Série Prata” que lembro, parecia até carro do 007... rsrs
    Pena que eu era moleque nessa época, muita coisa boa... Só espero que o Canal Viva reprise esta novela (Elas por Elas), só para eu gravar as cenas dos “Fuscas” entrando em ação... rsrs
    Abç

    ResponderExcluir